cursos

Mais de 90% dos colaboradores concorreriam a vagas em outras regiões

Redação

26 de maio de 2022

COMPARTILHE

A evolução de novos modelos de trabalho durante a pandemia abriu possibilidades para contratação de talentos para além das fronteiras geográficas das organizações. Índice de Confiança Robert Half (ICRH) indicou que 73% dos recrutadores entrevistados consideram candidatos de outras localidades para o preenchimento de vagas, enquanto 64% revelaram ter efetivamente contratado profissionais de outras regiões ao longo de 2021.

Profissionais também abriram seus horizontes para trabalhar em empresas que não estão baseadas em suas cidades. A maioria aceitaria concorrer a vagas em outras localidades, mesmo que para isso fosse necessário mudar de cidade, ou até mesmo de país. Entre colaboradores permanentes, profissionais contratados para projetos especializados e pessoas desempregadas, mas que estão em busca de novas oportunidades, as porcentagens dos que vislumbram essa possibilidade somam 92%, 96% e 91%, respectivamente.

Entretanto, segundo o índice, uma parcela dos entrevistados pontuou que apenas aceitaria uma proposta de outra localidade, se houvesse a possibilidade de trabalho a distância ou se a empresa contratante oferecesse apoio regular para o retorno do colaborador à sua cidade. Essa exigência confronta a disponibilidade das empresas. Entre os recrutadores que afirmaram considerar candidatos de outras localidades para o preenchimento de vagas, 29% apontaram que não ofereceriam apoio para mudança de cidade; 22% disseram que cogitam a contratação apenas para trabalho remoto; e 21% afirmaram considerar candidatos de fora, incluindo a oferta de apoio para a mudança, caso necessário.

Já entre os 64% que efetivamente realizaram contratações dessa natureza ao longo do ano passado, 43% indicaram que os contratos se deram no modelo presencial; 35%, no modelo híbrido; e 22%, no modelo integralmente remoto.

TAGS:
Home officemercadoprofissõestrabalho híbrido

Conteúdos relacionados

Bem vindo de volta