compras

PMEs: 1,5 milhão de vendas geradas pelas redes sociais

Mais de 1,5 milhão de vendas do e-commerce de PMEs foram geradas exclusivamente pelas redes sociais em 2023

Redação

29 de agosto de 2023

COMPARTILHE

A estratégia que utiliza as redes sociais para alavancar vendas e conquistar novos clientes teve um salto de crescimento nos últimos anos: em 2020 as pequenas e médias empresas do varejo online tiveram 437 mil pedidos gerados no e-commerce diretamente pelas redes sociais. Já neste ano, esse número saltou para 1,5 milhão de pedidos, um aumento de 243%. Dados são de levantamento inédito da Nuvemshop, plataforma para criação de lojas online que é líder na América Latina.
 

Segundo Luiz Figueira, diretor geral de Desenvolvimento de Plataforma da Nuvemshop, o uso das redes sociais é uma forma de capitalizar o poder da influência social e criar uma experiência de compra mais interativa e envolvente para os usuários. “As empresas podem se conectar com os consumidores em um ambiente mais amigável e informal, com potencial de gerar mais confiança e lealdade do cliente. Dessa forma, conteúdos para as redes sociais se tornam uma parte relevante da estratégia de vendas das PMEs, direcionando os consumidores para o e-commerce dessas marcas”.
 

Tik Tok

Vendo todo o potencial das redes para gerar vendas e se aproximar dos consumidores da marca, muitos empreendedores se tornam criadores de conteúdo, e vice-versa, passando a ser influenciadores da própria marca. É o caso de Marcela Moura, proprietária da Papelaria Concurseiros, que tem mais de 1 milhão de seguidores no TikTok, mais de 490 mil no Instagram e utiliza a plataforma Nuvemshop para a loja virtual.
 

“Eu comecei no Instagram há nove anos como uma página de conteúdo e fui percebendo o interesse dos seguidores nos produtos que eu usava nas fotos e vídeos. Hoje possuo a loja virtual e atendo os consumidores diretamente pela rede social enviando o link de compra. Somente em um vídeo eu alcancei 28 milhões de visualizações que me renderam 50 mil novos seguidores. Minhas vendas cresceram 150% em comparação com o último ano com a estratégia de redes sociais e muitos produtos esgotam nos fornecedores quando divulgo”, conta Marcela.

Leia também: 32% dos negócios online pertencem à categoria MEI 

Em levantamento do início do ano, a Nuvemshop apurou que, em 2022, cerca de 97% dos pequenos e médios empreendedores do varejo online criaram conteúdo para sua marca no Instagram, seguido por Facebook (71%), WhatsApp (63%) e TikTok (33%). “Além de potencializarem as vendas por meio das integrações com o e-commerce, as redes sociais oferecem a oportunidade de compartilhar conteúdos sobre produtos e recomendações com amigos e familiares, criando um efeito de marketing de ‘boca em boca’ amplificado”, finaliza Figueira.

Quer saber mais? Assine nossa newsletter gratuita

TAGS:
atendimento virtualempreendedorismoestratégia de marketing digitalmarketing digitalmídias sociaisredes sociais

Conteúdos relacionados

Bem vindo de volta