compras

Airbnb, Latam e Enjoei estão no pódio do e-commerce nacional

Empresas têm e-commerces mais acessíveis do Brasil, de acordo com a Ranking de Acessibilidade Digital realizado pela Yaman

Redação

3 de novembro de 2023

COMPARTILHE


Airbnb, Latam e Enjoei estão no pódio como os e-commerces mais acessíveis do Brasil, de acordo com a 2ª edição do Ranking de Acessibilidade Digital realizado pela Yaman com os 30 maiores e-commerces brasileiros. A Apple e a Amazon completam o top 5. O estudo utiliza como base as diretrizes de acessibilidade adotadas pela Web Content Accessibility Guidelines (WCAG), uma referência internacional no assunto.

Em uma escala de zero a 10, Airbnb teve a maior pontuação, com 9,82, seguido por Latam, com 9,65, e pela Enjoei, com 9,51. Primeiro lugar nesta edição do ranking, o Airbnb não figurava entre os melhores no ano passado, assim como Latam e Enjoei. A Apple, empresa campeã em 2022, ocupa o quarto lugar, com a avaliação de 9,47, e em seguida vem a Amazon Brasil, com 9,35.

Veja também: 5 dicas para definir o preço correto para seus produtos

Na visão do CEO da Yaman, Andrey Coelho, o trabalho serve como uma bússola de acessibilidade para orientar o ecossistema digital. “De um lado, as empresas conseguem ter um benchmark sobre o tema, e do outro, serve como um guia para quase 24% da população que possui algum tipo de demanda de acessibilidade, saber onde realizar suas compras na Black Friday com uma experiência mínima aceitável. É importante ressaltar que nosso objetivo não é classificar as melhores e piores empresas no comércio eletrônico, mas sim testar a experiência real em termos de acessibilidade”, reflete.

Diretrizes do Ranking

O levantamento buscou analisar e testar o fluxo de compra completo, desde a tela inicial até a conclusão do pedido. As plataformas que interromperam essa jornada tiveram uma redução de 50% na pontuação obtida. Em alguns casos, a nota zero foi atribuída pois não possui os princípios e métodos de acessibilidade segundo as normas.

Como destacado anteriormente, o estudo utilizou como base as normas do WCAG mais recente, que estabelece as recomendações de acessibilidade digital em nível internacional, abrangendo pessoas com deficiência visual, de fala, física, cognitiva, linguística, de aprendizagem e neurológica. De acordo com essas diretrizes, a navegação na web deve seguir quatro princípios: ser perceptível, operacional, compreensível e robusta.

Confira o ranking dos e-commerces mais acessíveis completo:


Posição E-commerce Nota
1 Airbnb 9,82
2 Latam 9,65
3 Enjoei 9,51
4 Apple 9,47
5 Amazon Brasil 9,35
6 Samsung 9,34
7 Mercado Livre 9,30
8 Elo7 9,27
9 Gran Cursos Online 9,22
10 iFood 9,12
11 Carrefour 9,07
12 Kabum 8,99
13 DrogaRaia 8,73
14 Booking 8,60
15 123 milhas 8,54
16 Lojas Renner 8,20
17 Dafiti 8,09
18 Magazine Luiza 7,76
19 Estratégia Concursos 7,46
20 Shopee 7,16
21 QConcursos 4,73
22 Voe Azul 4,53
23 Madeira & Madeira 4,41
24 Shein 4,17
25 Netshoes 4,16
26 AliExpress 3,96
27 Amazon 2,64
28 Americanas 0,00
29 Casas Bahia 0,00
30 O Boticário 0,00

Via IT Forum

TAGS:
e-commerceexperiência do clienteInterface do Usuáriomarketing

Conteúdos relacionados

Bem vindo de volta