imagem de um homem trabalhando em um computador

6 dicas para montar um currículo para vagas de TI

Neste começo de ano, elaborar um bom currículo pode ser essencial para chamar a atenção de recrutadores

Redação

11 de janeiro de 2024

COMPARTILHE


O setor de tecnologia é um dos que mais crescem no país e deve continuar crescendo em 2024. A expectativa é que o segmento avance 12% em 2024, conforme projeção da IDC Brasil.

Para ajudar em uma possível recolocação ou para ingressar em um novo trabalho, a Serasa Experian, empresa de soluções de inteligência para análise de riscos e oportunidades, separou seis dicas para a elaboração de um currículo direcionado a vagas de tecnologia.

Veja abaixo 6 dicas para elaborar um currículo de destaque para vagas de TI:


Currículo enxuto: É importante ser breve. Nos processos seletivos, os recrutadores têm contato com vários currículos todos os dias e encher o documento de informações não essenciais pode não ser uma boa ideia, já que o profissional de RH pode se perder na leitura e não conseguir analisar seu perfil. Busque identificar e priorizar o que é realmente relevante. Mesmo que o candidato possua diversas experiências profissionais, vale a pena refletir antes se realmente cabe citar todas elas. Tenha em mente o cargo que você deseja ocupar e destaque aquelas que possam agregar na execução dessa função.

Informar os dados pessoais e não esquecer do objetivo: É primeira seção do currículo deve conter as informações de contato do candidato. Preencha essa parte com atenção e a mantenha sempre atualizada. As essenciais são: nome, número de telefone, e-mail e LinkedIn.

Objetivo: Logo abaixo, é necessário incluir o objetivo. Ele serve para indicar qual cargo o candidato gostaria de ocupar dentro da empresa. Por isso, vale ter clareza e assertividade. Outro ponto importante: evitar frases muito longas.

Incluir palavras-chaves:
Após o cabeçalho do currículo, é importante fazer um breve resumo de, no máximo cinco linhas, sobre as habilidades e experiências que correspondam à vaga em que se está concorrendo. Ao final deste espaço, devem ser incluídas palavras-chaves referentes às linguagens de programação e tecnologias em que o candidato já atuou. Isso contribui e muito para a leitura do recrutador e na identificação de possíveis tecnologias que ajudam o RH a selecionar os melhores candidatos.

Leia também: Especial programador: saiba mais sobre a profissão

Projetos de destaque: Utilizar o GitHub, plataforma de hospedagem de código-fonte e arquivos com controle de versão, também é uma forma de deixar o currículo com informações importantes e mais atrativas. Essa plataforma permite que programadores, utilitários ou qualquer usuário cadastrado adicionem seus projetos.

Elaborar um documento com boa estrutura: Um currículo visualmente agradável facilita o acesso às informações e direciona o olhar do recrutador para os pontos realmente importantes do documento. Ter uma boa estrutura e um bom layout podem ser decisivos no momento de seleção para uma entrevista.

Via IT Forum

TAGS:
currículoprogramaçãoprogramadorvagas

Conteúdos relacionados

Bem vindo de volta